quarta-feira, 27 de março de 2013

Carta de uma suicida

“Claro, não foi a primeira vez que pensei nisso. Desde a adolescência sonho com minha morte. Minhas depressões dissipavam-se com tais fantasias e, ao final, não eu mas algo em mim morria, deixando-me a paz de espírito como herança. Infelizmente fui perdendo pouco a pouco tão útil capacidade onírica e, hoje, só a realidade poderia levar a cabo tal missão. Não, não tenho medo da morte. Eu já a senti algumas vezes e ela pareceu-me boa. O que realmente temo é a possibilidade de não-realização. Por medo dela, eu me mato. Pois tenho, desde muito, cultivado meu ser para grandes criações — não posso trair meu destino, mas posso esquivar-me de seu raio de ação, sendo que o que está fora é a própria morte. O destino contém sua própria impossibilidade, pois nada pode ser absoluto. Eu estou cansada. E estou envergonhado por estar cansada — aos olhos alheios — com tão pouco. Meu sofrimento é pequeno, mas minha dor é grande. Tampouco suporto repisar caminhos trilhados já tantas vezes: o lobo da estepe, coitado do Álvaro de Campos, que nunca será nada! Mas para quê tanto pudor? Realmente não tenho importância absolutamente nenhuma.”

— Carta de uma suicida

terça-feira, 5 de março de 2013

Meu dia se resume em gripe

Oi de novo, tudo bem com vocês? Comigo não tá não.. to completamente sem paciência pra gente escrota hoje.

*Família: Quero que todos estejam bem..... bem longe de mim. Se não vão me ajudar, não me atrapalhem.. Ahh vai todo mundo pro inferno, to cansada desse povinho ridículo.

*Amigos: quase todos são da minha igreja, fora deve ter uns 3, o que já é um avanço, já que se eu andar com boas pessoas vou ser uma pessoa boa também(eu acho)

*Relacionamentos: AHUAHAUHAUAHUAHUUHA não sei quanto tempo faz que não sei oq é isso.

*Eu: GRIPEEE UHUUL \o/ meu dia ontem e hoje se resumiu em tosse, tontura, fraqueza e dor de garganta (tomara que dessa vez eu morra)- se eu não morrer, que ela pelo menos me leve embora uns quilos, e me traga alguns gelos já que minha empregada jogou fora os meus (eu passo o dia todo comendo gelo - não sei pq ela fez isso. #bolada #chateada :/ )

*Meu corpo: Dolorido :'(

Beijos pra quem tá bem e pode comer gelo, e pra quem não tá - É NÓIS o/

Ps: aceito gelo por sedex, podem mandar q eu aceito ;)

Mudando de assunto...

Bom, não vim aqui falar sobre mim, nem sobre meu desastroso dia nem nada (farei isso num próximo post)
Gente, sei que isso não tem nada a ver com o blog... Mas não custa nada a gente fazer algo pra ajudar os outros né? Então.. Ajude o Brasil. Ajude o planeta!!!
Assinando essa petição do Greenpeace, você já estará contribuindo para um mundo melhor. Nós temos que ajudar de alguma forma. E por que? Se essa petição, que demora menos de 10 segundos para ser assinada, for assinada por 1 milhão e 400 pessoas (ainda são 770.000 assinaturas) ela se transformará numa lei que proibirá o desmatamento no Brasil para sempre!!! É sério! Para mais informações, acesse o site da Greenpeace (é só procurar no google). Eu já assinei! Pra assinar é só clicar no gadget ali do lado --->
Obrigado :)

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Heey, cheguei de novo

Oi Princesas como vão? Bom, eu vou péssima. Fazia tanto tempo que eu não aparecia por aqui né? Nem sei se faz diferença eu estar aqui ou não. Enfim, espero que tenham sentido minha falta (duvido).Bom, aconteceu tanta coisa nesses últimos tempos que eu nem sei por onde começar..

*Família: brigas, brigas e mais brigas. Eles me odeiam e não fazem nem questão de fingir. Minha irmã tem prazer em me xingar, e me fazer mal e me ver cada vez pior (aliás, a culpa é dela que eu me cortei de novo). Minha mãe está de saco cheio de mim, e passa o dia a me magoar. Ela trabalha fora, só a vejo de manhã antes da escola e a noite depois das 8h, e ela faz questão de ligar uma vez por dia pra saber se estamos bem. Sempre nos falamos 5 minutos no máximo e esse tempo é suficiente pra ela perguntar se eu almocei, oq eu comi, onde e com quem (sempre digo que almocei no toninho(uma rotisserie), que comi uma esfiha de queijo parmegianna ou 4 queijos, e sempre com a G.(colega de sala)), e ela acredita. Já meu pai faz tudo pra eu não ir morar com ele,e ainda fica enrolando pra terminar de construir a casa dele justamente pra eu não vir morar aqui(estou na casa da minha avó, onde ele está morando)...(além de não me deixar encontrar com a minha siss linda/pft/diva/musa top). Minha mãe quer comprar uma casa na cidade que a gnt está morando, ou seja, diminui drasticamente a chance de vi morar com meu pai (mesmo ele me odiando)...

*Amigos: amigos? Todos, só que não. Me amam, só que nunca. Querem minha companhia, só que não meeeesmo. Deve ser uma coincidência cósmica, mas eles só marcam de sair quando eu não posso. Detalhe importante: eles só marcam DEPOIS de ficarem sabendo que eu não posso. Coincidência? eu acho que não.

*relacionamentos: Descobri que não consigo nem quase gostar de alguém, por mais que eu tente... Parece que tem um botão ligado no automático que liga assim que eu começo a gostar de alguém antes mesmo que caia a minha ficha (sou tão problemática assim, poxa?).

*Eu: Não sei ao certo o que me resta. Tentei me matar de novo duas semanas antes do carnaval malditas pessoas que não sabem como me machucam... voltei a me cortar, mas agora fui mais esperta (será mesmo?) e não me cortei onde possam ver. Estou procurando um trabalho meio período urgente, mas tá tenso de achar... Estou juntando dinheiro pra comprar uma balança melhor, a minha quebrou de novo :/

*Meu corpo: OSSOS *----* OMG. Ossos da bacia, da costela, do pescoço >_< é o comecinho, estão começando a aparecer, mas já estou muito feliz.. Mas... a minha coxa não quer diminuir nem a pau. já perdi parte da bunda que nunca tive, já pedi os peitos que tive por pouco tempo mas essa porcaria não diminui .-. *Anna/Mia: Pois é, parei de postar pq elas pararam de me ajudar. Será que também cansaram de mim? talvez... Depois de dois meses longe delas e de vocês, estou de volta e espero que seja permanente. Com a escola em período quase integral, acabo ficando a semana toda sem almoço (o que no meu caso é maravilhoso), mas to voltando com a corda toda.

Bem, se não esqueci de nada é isso.

sábado, 1 de dezembro de 2012

Semana tumultuada (parte II)

bom, continuando (porque ficaria muito longo pra um unico post)...
Meus pais brigam todo dia, mesmo morando um em cada cidade. E sempre que brigam sobra pra quem? pra mim, claro.
ODEIO brigar com eles, tanto com meus pais quanto com meus irmãos, tanto que toda vez que eu brigo com eles eu choro. Não sei se é porque a culpa da briga é minha sempre (mesmo não sendo), se é porque por mais que eu tente não consigo mais viver bem com eles ou porque meus pais não souberam educar direito meus irmãos, e acabo sobrando em casa. O dia todo fico isolada, ninguém conversa comigo, só quando é pra me mandar fazer alguma coisa ou brigar porque eles bagunçaram a casa e eu não fiz nada pra impedir (quando eu era pequena e meus irmãos nasceram eu nunca podia fazer nada pra eles, fiquei invisivel. eles me machucavam, me batiam, mentiam,me xingavam, esempre davam um jeito de estragar tudo, e eu nunca pude fazer nada, porque eu sou a mais velha 2 anos, sou mais forte que eles e posso machucar. cresci desse jeito, mas quando eu fiz 11 anos, eu estava morrendo já, era capaxo deles, que foi quando meus pais se separaram, e não defendiam mais ninguém. Meu pai mandava eu revidar quando me batessem, mas até hoje eu não consigo levantar a mão contra eles, e eles não respeitam ninguém, nem meus pais, e fazem o que querem. PRONTO, ESTRAGARAMM MAIS UM FILHO, NÃO ESTAVAM SATISFEITOS EM TER TORNADO MINHA VIDA UM INFERNO, TIVERAM QUE TORNAR A DE VOCÊS TAMBÉM?
Eu sempre fui a gorda da familia, e minha irmã a mais magra, a mais bonita, a mais tudo. É a queridinha de todos(o que estraga é a educação). Sei que isso é terrivel, mas tenho muita inveja do corpo daquela idiota .-.
Ela é muito magra, a barriga dela é funda, nem tem coxa nem nada. Antes de eu desenvolver o T.A., eu ria dela, da magreza seca esturricada dela, falava que eu tinha vergonha de sair com ela porque parecia que não tinha comida pra ela em casa e tals, e foi o jeito que eu encontrei de revidar tudo o que ela fazia comigo, porque dava pra ver nos olhos dela que aquilo a atingia.
Desculpa ter feito vocês gastarem todo esse tempo comigo, acredito que muitos não leram até aqui, mas eu precisava desabafar. :/
Beijos

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

semana tumultuada (parte I)

Hello ladies, como estão?
Bom, pra começo de conversa eu estou de novo né a um boooom tempo sem aparecer por aqui, por preguiça, mânha, birra, e tb porque eu estou com vergonha de voltar aqui. Não estou conseguindo me controlar, sou péssima em dietas e meu corpo me ODEIA -eu não estou louca- eu emagreço, diminui quase tudo: meu antebraço afina mais um pouco, meu braço também, minha barriga fica chapada (que é o maximo que eu consegui manter até agora), meu rosto afina, mas minhas coxas CRESCEM/ENGORDAM pqp, fico revoltada com isso.
Eu estava indo bem (segundo meu caderninho de medidas, porque ele é o único que não mente pra mim). Tudo, até semana passada estava indo muito bem, estava super controlada, estava tentando me mantendo presente, conversando com algumas de vocês, só que não.
Tentei me matar, mas não consegui avá.
Estou superhipermegamaster estressada, com tudo e todos, em especial meus pais.
acredito que todos saibam (bom, se não sabem acabaram de descobrir) que meus pais são separados(há 5 anos), e depois do divórcio foi simplesmente impossivel conviver em paz com eles. Sou vegetariana, não sei a quanto tempo, mas não é muito(depois da anna) e desde então meu pai tem feito da minha vida um INFERNO. Ele brigou comigo, disse que eu sou doente, que ser vegetariano é ser idiota, que Jesus (é, colocou até religião --') comia carne, ovelha e tals, e que eu TENHO que comer. Eu bati o pé e disse que não, não e não e mandei ele largar de ser ogro ignorante, que doente era ele.... Aí ele foi discutir com a minha mãe (que nesse caso não tinha nada a ver com a história) que ela estava deixando eu me matar(olha como a cabeça dele é fechada), que se eu continuasse com essas FRESCURAS eu iria me matar aos poucos, e que quando eu estivesse internada no hospital, raquítica e doente ele chegaria e esfregaria na minha cara tudo --' (ta bom pai, ótimo pra vc .-.). Aí foi minha mãe salvar o dia. Discutiu com ele, disse que eu estava certa, que eu poderia fazer o que quisesse, desde que ela consentisse (olha a ditadura), que quando eles se conheceram ela tinha muita vontade de ser vegetariana, e que só não é porque ele é um fresco que não come nada, e que ela não tinha tempo pra fazer duas comidas diferentes, uma pra cada um, porque ela que sustentava tuda a acasa sozinha, aí a briga engatou de vez..

CONTINUA...

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Desculpa pelo sumiço

Me desculpem pelo sumiço aqui no blog, mas eu precisava de um tempo pra mim. Estava muito mal, pensei várias vezes em me matar. Fazia quase um mês que eu não entrava aqui, não passava nos blogs, nem entrava direito nos grupos do facebook, e nesse meio-tempo eu lotei meus caderninhos de textos, mensagens e tudo mais que eu estava sentindo naquele momento. Vou colocar aqui em baixo o primeiro texto que eu escrevi, depois de quase ter uma overdose de remédios. Eu não queria que o post ficasse tão longo, mas não teve jeito, então quem quiser ler, eu ficaria feliz.

Não sei mais o que sinto por mim mesma. Sinto o mundo desabar sobre mim. Calmo, tranquilo, como se fosse somente uma chuvinha de verão, mas me dilacerando como lâminas. sinto-me padecer lentamente. sinto meu sangue escorrer lentamente pelo meu corpo, levando junto com ele toda minha dor e meu sofrimento. uma brisa de outono que leva aos poucos todo o calor do meu corpo para longe, bem longe, onde ninguém nunca conseguiu alcançar
Uma voz ecoa dentro de mim, acalme-se, papai do céu esta com vc e nada vai acontecer, vai ficar tudo bem... É a minha mãe cara, ahh como sinto falta dela, da pessoa que ela era. tão calma, tranquila, tão importante, tão especial. Eu cresci. Ela também. Todo esse amor se transformou em odio, raiva, ninguém mais se importava com ninguém.
Que falta sinto daquelas reunioes do "clube da luluzinha", toda semana com minhas amigas, mamãe me deixava na porta e saia para trabalhar. Vai ficar tudo bem, ela diz. vai ficar tudo bem. não, não vai ficar tudo bem. só eu sei o que está acontecendo, só eu sinto quão tragico está sendo ver meu mundo desabar e não ter controle suficiente para impedir.
A voz continua "vai ficar tudo bem", "vai ficar tudo bem"
eu grito, me deixe em paz, você não fez nada antes, me deixe aqui morrendo. sozinha, vazia, com esta incrivel sensação de trabalho cumprido.
Sinto como se aos poucos estivesse desabando, e essa é a minha unica certeza até agora. Certeza que estou sozinha, certeza que trilhei um caminho sem volta, certeza que só depende de mim para que dê certo. quando era pequena,papai e mamãe diziam para mim não me preocupar, que tudo o que eu quisesse e precisasse papai do céu me daria. Saude, felicidade, amor, uma bela familia.
onde está esse Deus agora? justo quando eu mais preciso dele, ele decide desaparecer. Bela atitude.
Mais e mais gritos sufocados pela dor e ausencia, é assim que me sinto.
A menininha fofa, a queridinha das vovós, a predileta dos vovôs, a adorada do tio. Interessante como as coisas mudam de uma hora para a outra quando não se é o que os outros esperam que você seja... a familia perfeita desabou, e a culpa é MINHA, sempre a culpa é minha. A menininha perfeita morreu.

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Mais um ano

É povo, um ano mais velha, um mês mais perto da perfeição, um dia mais próxima da minha FELICIDADE DEFINITIVA *-----*
Nada vai conseguir estragar meu dia, nem essa gordice, nem minha familia que esqueceu desse dia tão importante pra mim --'.
"Eu sabia como machucava ser filha de pessoas que não conseguem te enxergar, nem se você estiver na frente deles, pisando nos seus pés.”
- Garotas de Vidro

Se eu sei o quanto dói ser abandonada? sou a que mais sei. mas sei também que aos poucos estou me acostumando, sei que vai durar pouco tempo, quando atingir meu objetivo tudo irá mudar.
Sinto que esse aniversário vai ser um sucesso, um super incentivo, pois hoje, o resto da semana, do mês, do ano, pra sempre, sempre e sempre são muito mais importantes que uma satisfação de momento completamente calóricas e gordurosas.

“Escute os sussurros que se enrolam na sua cabeça à noite, te chamando de feia e gorda e vaca e biscate e o pior de tudo: “uma decepção”. Vomite e passe fome , se corte e beba porque você não quer sentir nada disso. Vomite e passe fome , se corte e beba porque você precisa de um anestésico, e funciona. Por um tempo. Mas então o anestésico vira veneno e a essas alturas é tarde demais porque você está seguindo essa estrada diretamente para a sua alma. Você está apodrecendo e não consegue parar.”
— Garotas de Vidro

Minha familia me abandonou, minha mãe só se lembrou do meu aniversario porque minha irmã a lembrou, as pessoas gritam comigo como se eu fosse um pedaço de lixo, sem valor, sem sentimentos. Aqueles que todos chamam de Deus não faz nada para me ajudar, aqueles que se dizem meus irmãos repetem para a minha mãe várias e várias vezes que EU COLOCO O DEDO NA GOELA PARA VOMITAR. Se isso é a realidade, prefiro viver na MINHA fantasia.
“Eu moro na fronteira. A palavra “fantasma” quer dizer lembrança. A palavra “terapia” quer dizer exorcismo.”
— Garotas de Vidro


Isso tudo irá mudar, um dia não dependerei de ninguém, e esse dia será o dia da minha vitória.

terça-feira, 9 de outubro de 2012

...

Boa tarde queridas, um post novo depois de séculos :)
Minha semana foi um fracasso. No fim de semana passado fui pra Bauru, e por mais incrivel que me pareceu, meu pai estava um saco. Eu adoro muuuuito ele, muito mais que a minha mãe(nuss, como sou uma filha terrivel).
Minha mãe(eu já disse isso antes, mas é sempre bom repetir né?) andava stalkeando meu facebook pelo dela (até aqui sem novidades) até o fds passado. Eu esqueci meu face logado no computador da casa (o unico, aliás, que tem internet .-.) e ela foi entrar no dela e viu o meu. Depois veio ela e meu pai falar merda pra mim (desculpem a expressão, mas eu estou muuuito irritada com isso). toda vez que ela não sabe como lidar com a situação ela chama meu pai, apesar de ser bom pra mim, já que ele não liga mt pra oq ela fala(ela já virou eu e meus irmãos mais de uma vez contra o meu pai, e depois olhava pra ele e fingia que nada estava acontecendo.
Bom, teve também o desfile(também já havia comentado sobre ele antes (deu tudo certo, foi lindo *---*)). Dancei muito todo dia, ensaiando pra caramba pra dar certo no final (todo dia ensaio das 14:00 às 19:30) com intervalo só pra beber agua). Mesmo me matando de dançar, mesmo emagrecendo muito, mesmo seguindo o desafio e a dieta, mesmo com tudo isso, ainda me sinto uma gorda obesa.
domingo, depois que minha mãe votou a gente foi pra casa da vó Lucia, e a gente discutiu (pra variar um pouco né kkkk) e ela disse que pra ela eu tinha morrido. eu disse eu tinha mesmo vontade de morrer e ela mandou eu não passar vontade. Eu disse que já tinha tentado mais de uma vez e não tinha conseguido. ela olhou pra mim e riu (aff, como ela é ridícula. ODEIO ELA)
Ontem fui pra escola e teve aula de filosofia. O maldito do meu professor começou a falar sobre estética, belo, beleza, e mais um monte de coisa. até ai eu estava adorando a aula, falamos sobre moda, aqueles tênis que parecem bota de astronauta, e mais um monte de coisa. Estava tudo muito bem até começar a falar sobre tamanho. ele virou para mim e perguntou, como se fosse pra sala, mas que eu teria que responder:
- Se a sociedade de hoje valoriza a magreza, então porque uma mulher gorda(gorda, mas não obesa, por que ai sairia dos padroes de saude) é considerada bonita e uma mulher anoréxica é feia, usando os termos 'feio' e 'bonito' no sentido literal da palavra?
adivinha o que a fofa aqui respondeu? deixa que eu falo. Eu respondi, com raiva dele:
- Quem acha gorda bonita precisa rever seus conceitos. Gordo é ridícula, dá até nojo. Se alguém quer carne(ou gordura), não busque encontrar em uma pessoa, seja mais simples, vá no açougue. Uma moça anoréxica não é feia, é linda. E se ela está assim é porque alguma coisa aconteceu pra que ela fique assim. É essa maldita sociedade, que acha que tudo que é diferente é feio.
Depois que eu já tinha respondido que eu pensei no que eu fale, cara, nunca mais falo nada de cabeça quente.
Bom, acho que é só, por enquanto

Thinspos pra se inspirar








ps: os três pontinhos no titulo é porque eu estou totalmente sem criatividade pra isso hoje

domingo, 30 de setembro de 2012

% Ana

Vejam onde vocês estão e deixem nos comentários ok?

% Ana

1% - Você acha que esta gorda mas não faz nada pra mudar
5% - Você continua se achando gorda, decide fazer um regime que nunca dá certo, você sempre o recomeça e acaba comedo demais logo em seguida.
10%- Começa a pensar em tomar laxantes e diuréticos, até mesmo miar já que não consegue controlar a compulsão.
14%- A compulsão é um vicio e vomitar e tomar laxantes está se tornando mais comum.
20% - Sua vida é uma droga e você é uma gorda inutil, conseguiu perder 1 ou 2 kg, mas não é o suficiente ainda é gorda.
27% - As deitas começam a dar certo por 3 a 4 dias, e conseguiu perder mais 1 kg, Parabéns tomará mais laxantes do que de costume ou vomitará sempre que possível.
35%- Está na hora de fazer exercícios, isso mesmo exercícios pra perder esta barriga gorda, de preferencia de NF.
45%- NF com mais de 24hs e LF constantes, mais exercícios e mais laxante menos comida e menos quilos. É suficiente? Ainda não. Perca mais.
57% - Sua vida esta a cada dia pior, você começa a sentir muito sono, e fraqueza, fazer exercicios são de esforço continuos, vamos la ja se foram de 6 a 10 kg. Continue.
68%- Já mal consegue comer, nem sente vontade e quando come vomita,
ou só come pra enganar seus familiares.
79%- As vezes se sente louca é como se alguem gritasse dentro da sua cabeça te chamando de gorda estupida, toda vez que come alguma coisa, encontro familiares e comilança são pesadelos.
85%- Parabéns você ja deve ter emagrecido bastante, peraí não desmaia vão desconfiar. Ah não! falaram que vc ta magra? É mentira para de ser estupida emagrece mais.
94%- Seus dias são como um castigo, parar de comer é a melhor coisa que você faz, não coma nada absolutamente nada quanto sentir tontura deite-se e durma.
100%- O corpo já não é seu, pode estar abaixo do IMC recomendado não é suficiente suas roupas nem lhe servem todas caem, ficam largas e horriveis, os ossos mostram-se espinhos destinados a perfurar seu coração e sua alma, espera ai mas perfurar o que? Você ja perdeu ambos, coração e alma. É uma pena não é?

O blog que eu peguei a lista é (http://garotadositio.blogspot.com.br)
Eu estou no 79%, e estava achando que era mais Mia do que Ana...

beijoss da Anne
Ocorreu um erro neste gadget